O que é a verdade Empreendedora?

Esta manhã quero expor-lhes algo que li ontem e sonhei bastante sobre o tema dessa leitura nessa noite passada, que requer um pensamento muito delicado; e espero que leia, ou antes, tente compreender o que vou escrever, não com oposição mas com crítica inteligente. Vou escrever sobre um assunto que, se compreendido, se minuciosamente estudado e refletido por você, lhe dará uma perspectiva inteiramente nova da vida empreendedora. Também lhe peço que não pensasse em termos de certo ou errado. Quando eu afirmo que a certeza é uma barreira, não pense com isso que tem que ser indeciso; quando afirmo da futilidade da segurança, por favor não pense que têm que procurar a insegurança.

Quando realmente prestar atenção, em sua realidade empreendedora, perceberá que a sua mente está constantemente à procura de certezas, de garantias; procura a certeza de uma meta, de uma conclusão, de um objetivo na vida de um Empreendedor.

“Existe um plano maior, existe a predeterminação, não existe o livre arbítrio?

Não podemos, apercebendo-nos desse plano, tentar compreendê-lo, orientar-nos por esse plano?” Por outras palavras, queremos garantias, segurança, certeza, para que a mente e o coração se possam moldar-se-lhe, possam conformar-se-lhe. E quando pensamos sobre o caminho para a verdade empreendedora, estão realmente a procurar garantia, certeza, segurança, sucesso, reconhecimento social e familiar.

Quando falam de um caminho para a verdade empreendedora, isso implica que a verdade, essa realidade viva, não esteja no presente, mas algures na distância, algures no futuro.  Para mim, verdade empreendedora é realização de vida, e para a realização não pode haver um único caminho. Portanto parece, pelos menos a mim, que a primeira ilusão em que são apanhados é este desejo de garantia, este desejo de certeza, esta dúvida sobre um caminho, uma maneira, um modo de viver pelo qual possam alcançar a meta desejada, que é a verdade.

A sua convicção de que a verdade empreendedora só existe no futuro distante implica imitação. Quando perguntam-me “Qual é a minha verdade empreendedora?”, estão na realidade a me pergutnar “Qual o segredo da Gestão 360?” e digo que não tem apenas um segredo, e sim, vários segredos que deixam de ser segredos quando estou ministrando as palestras, os cursos ou executando aa nossas Consultorias, com o caminho que leva à verdade empreendedora para cada um que tenho contato. Assim, aprendo a cada dia com cada um que ensino algo que aprendi.

Por isso venho aperfeiçoando a Gestão 360 ano após anos, absorvendo várias teorias, boas práticas, conceitos, métodos, ferramentas e experiências que aos poucos vamos percebendo o que pode dar mais certo ou não para cada tipo de empresa e para cada empreendedor. Sempre respeitando a realidade momentânea de cada um empreendedor, dentro de cada setor e mercado, pois acredito, que o mercado é soberano e não temos controle de todas as variáveis que nos cerca.

Mas para mim não há caminho para a verdade empreendedora, pois a verdade empreendedora não é para se compreender através de nenhum sistema, ou um único método, através de nenhum caminho específico. Um caminho único implica uma meta isolada, um fim estático, e por isso um condicionamento da mente e do coração por esse fim, o qual necessariamente requer disciplina, controlo, persitencia, paciência e determinação. Esta disciplina, este controle, com paciência, torna-se um fardo; rouba-lhes a liberdade e condiciona a vossa ação na vida diária. Inquirir sobre a verdade implica uma meta, um fim estático, que estão a procurar. E o fato de procurarem uma meta apenas mostra que a sua mente está à procura de garantia, de certeza. Para alcançar esta certeza, a mente deseja um caminho, um sistema, um método que possa seguir, e pensam encontrar esta garantia condicionando a mente e o coração através da autodisciplina, do autocontrole, do refreamento.

Acredito na diversificação moderada de negócios, para maior segurança. Pois, tem uma máxima que diz, não coloque todos os ovos em uma única cesta. Mas, vai com calma, pois com pouco recurso, não tem como diversificar e assim sendo, se você está começando a empreender agora, tenha foco em um único negócio, no máximo em dois para um contexto de plano A e plano B, dedicando 80% do tempo no plano A e 20% no plano B por contingência.

A verdade empreendedora é uma realidade que não pode ser compreendida seguindo qualquer caminho. A verdade nos negócios não é um condicionamento, uma conformação da mente e do coração, mas uma realização constante, uma realização na ação e na arte de empreender. O fato de pensar sobre a verdade implica que acreditem num caminho para averdade, e esta é a primeira ilusão em que são apanhados. Há nisso um espírito de imitação, de distorção.

Agora por favor não diga, “Sem um fim, um objetivo, a vida torna-se caótica.” Quero explicar a falsidade desta idéia. Eu digo que toda a gente deve descobrir por si só o que é a verdade empreendedora, mas isto não significa que cada um deva traçar um caminho para si, que cada um tenha que percorrer um caminho individual e autônomo. Não significa isso de maneira nenhuma, mas significa sim que cada um deve compreender a verdade empreendedora por si mesmo. Espero que vejam a diferença entre as duas coisas. Quando têm que compreender, que descobrir, que experimentar com a vida, um caminho torna-se um impedimento. Mas se tiverem que talhar um caminho para você, então há um ponto de vista individual, um estreito e limitado ponto de vista. A verdade empreendedora é o movimento do eterno devir, portanto não é um fim, não é estática. Por isso a procura de um caminho nasce da ignorância, da ilusão. Mas quando a mente é flexível, está liberta de crenças e memórias, está liberta do condicionamento da organização, então nessa ação, nessa flexibilidade, existe o movimento infinito da vida empreendedora.

Um verdadeiro Empreendedor, é aquele que experimenta continuamente, sem um resultado específico em vista. Ele não procura resultados, que são apenas a consequência da sua busca. Portanto quando você está a procurar, a experimentar, a sua ação torna-se apenas uma conseqüência deste movimento. Um Empreendedor que procura um resultado não é um verdadeiro Empreendedor. Não está verdadeiramente a procurar. Mas se ele estiver a procurar sem a idéia de obtenção, então, embora possa ter resultados na sua busca, estes resultados são de importância secundária para ele. Ora você está preocupados com resultados, e por isso a sua procura não é viva, dinâmica. Você procura um fim, um resultado, e por isso a sua ação se torna cada vez mais limitada. Somente quando procuram sem desejo de sucesso, de consecução, é que a vossa vida se torna continuamente livre, rica. Isto não significa que na sua procura não haverá ação, não haverá resultado; significa que a ação, os resultados, não serão a sua primeira consideração.

Tal como um rio rega as árvores que crescem nas suas margens, assim este movimento de procura nutre as sua ações. A ação cooperativa, a ação conjunta, a ação em equipe, é a sociedade. Quer criar a sociedade perfeita. Mas não pode existir tal sociedade perfeita, porque a perfeição não é um fim, uma constante “Busca da Excelência”. A perfeição é realização, constantemente em movimento. O Empreendedor não pode viver de acordo com um ideal. Se a sua organização tenta moldar-se de acordo com um ideal, se você como Empreendedor tenta viver de acordo com um ideal, nenhum dos dois está verdadeiramente a realizar-se; ambos estão em decadência. Mas se o Empreendedor estiver neste movimento de realização, então a sua ação será harmoniosa, completa; a sua ação não será a mera imitação de um ideal.

Portanto para mim, o Empreendedorismo não é uma consecução mas um movimento constante. As organizações atingem um determinado auge, existem durante um tempo, e depois declinam, porque nelas não há realização para o Empreendedor, mas somente a imitação constante de um padrão. Só há plenitude, realização, quando a mente e o coração estão em constante movimento de realização, de procura.

Agora não diga, “Nunca haverá um fim para a procura?” Já não está a procurar uma conclusão, uma certeza; por isso viver não é uma série de ações, mas um movimento contínuo, realização.

Viva sua vida em busca do seu porquê, em busca de sua excelência, melhorando um pouco a cada dia, não julgando ninguém, não criticando os outros e sim refletindo a cada dia o que fez, o que deixou de fazer e o que impediu de fazer melhor todos os dias de sua vida.

Acredito que esse seja o verdadeiro caminho com a felicidade!

Então quer saber qual o sistema a seguir?, qual o modo?, qual a ferramenta?, para os ajudar no caminho para a sua verdade empreededora? Então, inscreva-se no SIM GESTÃO 360º

Diga SIM para você!
Diga SIM para sua melhoria!
Diga SIM para Gestão 360 em sua empresa e em sua vida empreendedora!
Inscreva-se gratuitamente no SIM GESTÃO 360!
http://www.simgestao360.com.br

#VamoqueVamo

Robson Campos
Diretor Gestão 360
Facebook.com/simgestao360

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s