Os 4 Segredos da Felicidade (parte 1/4)

 OS 4 SEGREDOS DA FELICIDADE: 

– DOPAMINA, 

– SEROTONINA, 

– ENDORFINAS E 

– OCITOCINA

Neste artigo, vamos aprofundar sobre Dopamina, e seguindo está série de 4 artigos, vamos abordar sobre os demais 3 segredos da Felicidade e posteriormente, pretendemos gravar 4 vídeos e publicaremos em nosso canal YouTube “Gestão 360”.

Decidimos tratar desse tema, pois vejo muito nas nossas palestras, cursos e sessões de Consultoria, Assessoria e Mentoria aplicando nosso método Gestão 360, que criei em 1998, que a grande maioria dos empreendedores e empresários ficam buscando as suas respectivas felicidades o tempo todo e demonstrando muitas frustrações, sofrimentos, tristezas e felicidades.

Comecei a procurar entender mais sobre o Porquê, ficamos tristes e felizes. E se precisamos atingir SONHOS, Objetivos, Metas para atingir a Felicidade. O que você pensa sobre isso?

Antes de seguir a leitura deste artigo, comente agora aqui em baixo, o que você acha que é Felicidade é o que lhe faz feliz. Faz isso agora! Não siga a leitura sem deixar seu comentário nesse momento da leitura deste artigo e depois que concluir essa leitura, você pode deixar outro comentário complementar ou até mesmo contrário do que você já postou. Faz isso!

Podemos não ter uma árvore de dinheiro, mas podemos ter uma árvore de felicidade. Dopamina, serotonina, oxitocina, e endorfina formam o quarteto responsável pela nossa felicidade. Muitos eventos podem desencadear esses neurotransmissores, mas ao invés de estar no banco do passageiro, existem maneiras através das quais podemos intencionalmente fazê-los fluir. Sentirmos-nos bem tem impacto significativo sobre a nossa motivação, produtividade e bem-estar. Nenhuma pessoa sã manifestaria oposição em ter níveis mais elevados nessas áreas. Aqui estão algumas maneiras simples de invadirmos nossos neuroquímicos positivos:

Dopamina:

A dopamina nos motiva a agir em direção a Objetivos, Metas, Desejos e Necessidades, e nos dá uma onda de prazer quando conseguimos. Procrastinação, autodúvida e falta de entusiasmo estão ligadas a baixos níveis de dopamina. Estudos em ratos mostraram que aqueles com baixos níveis de dopamina sempre optam por uma opção fácil de alimentação, e muitas vezes de menores quantidades; aqueles com níveis mais altos faziam o esforço necessário para receber o dobro da quantidade de alimento. Divida grandes objetivos em pequenos pedaços: ao invés de permitir que seu cérebro comemore apenas quando você bate a linha de chegada, você pode criar uma série de pequenas linhas de chegada, para liberar dopamina. E isso é fundamental para realmente comemorar, comprar uma garrafa de vinho, ou ir a seu restaurante favorito sempre que você alcançar um pequeno objetivo. Ao invés de ficar com uma ressaca de dopamina, crie novos objetivos antes de atingir seu atual. “Em Busca da Excelência”, Isso garante um fluxo contínuo de oportunidades para experimentar dopamina. Se você for um empregador e líder, reconheça as realizações de sua equipe enviando aos funcionários um e-mail, ou dando um bônus, isso lhes permitirá ter um aumento de dopamina e consequentemente aumentaram sua motivação e produtividade. Elogie!

A dopamina é um tipo de neurotransmissor monoaminérgico (derivado de aminoácidos). Um neurotransmissor tem a função de levar para o cérebro certas sensações que sentimos. São substâncias que conseguem levar e trazer informações de outras células.

Ela é produzida, principalmente, em dois pontos específicos do cérebro: a substância negra (controla emoções importantes como a da recompensa e a do vício) e área tegmental ventral (onde há a concentração, em média, de 450.000 neurônios). Esse neurotransmissor é responsável por controlar a memória, o humor, a cognição, o aprendizado e também alguns dos nossos movimentos.


Deficiência de dopamina:

Já sabendo a quantidade de sensações e emoções que a dopamina é responsável por controlar, pode-se imaginar que a queda das taxas dessa substância consegue trazer uma mudança no comportamento humano. Assim, a deficiência desse neurotransmissor pode trazer alguns problemas, mas tudo vai depender do grau de intensidade, podendo ser classificado como uma doença psiquiátrica ou não. Veja abaixo os principais sinais e sintomas de quem não consegue fabricar a quantidade suficiente de dopamina:

  • falta de concentração na maior parte do tempo;
  • procrastinar coisas importantes, fazendo tudo em cima da hora;
  • dificuldade para conseguir dormir;
  • a memória fica falha, esquecendo-se de coisas menores, como por exemplo, quando alguém acaba de te pedir para fazer algo e você esquece em questão de poucos minutos;
  • se sente desmotivado a todo momento;
  • não sente prazer em quase nada;
  • baixa na libido;
  • agir de forma mais agressiva ou ficar sempre na defensiva;
Como aumentar os níveis de dopamina naturalmente:

Primeiro, você tem que saber se os seus níveis de dopamina estão realmente abaixo do normal. Se você se identificou com os sintomas descritos acima, vale a pena fazer um exame. Caso ele dê positivo, o médico é quem irá dizer quais são os riscos e em qual grau essa queda do neurotransmissor pode afetar a sua vida. É possível ajudar o nosso corpo a produzir mais dessa substância de forma natural, através da alimentação.

A dopamina é sintetizada a partir de um aminoácido conhecido como tirosina, que, por sua vez, é feito a partir da fenilalanina. Assim, uma dieta que seja rica em tirosina consegue garantir que o corpo tenha matéria-prima para produzir a dopamina.

Dentre os alimentos temos: banana, melancia, cacau, feijão, farinha de aveia, gergelim, cúrcuma, gérmen de trigo, café, favas, beterraba, chá verde, abacate, amêndoas, vegetais de folhas verdes e qualquer produto de origem animal.

L-teanina: encontrada principalmente no chá verde, essa substância consegue aumentar não apenas os níveis de dopamina como também os da serotonina (controla a liberação de certos hormônios de também participa do ciclo circadiano) e GABA (regula o tônus muscular).


Como aumentar a dopamina através dos exercícios:

Já dizia a frase “Uma mente sã, um corpo são” ou vice-versa. O importante é que praticar exercícios não beneficia apenas o seu aspecto físico como também a sua mente. Não é por acaso que uma das orientações médicas para quem tem depressão, ansiedade e outros distúrbios psiquiátricos é a atividade física.

Ela consegue fazer o corpo funcionar melhor, ajuda na memória e na concentração, sendo assim, um remédio magnífico para quem tem deficiência de dopamina. Além disso, os níveis de noradrenalina e serotonina também ficam elevados aumentando a sensação de bem-estar.

Um estudo publicado na Revista Brasileira de Ciência e Movimento realizou um estudo com 54 idosos saudáveis, com idade média de 66 até 85 anos. O objetivo era avaliar aspectos psicológicos como índices de depressão e ansiedade. Eles foram divididos em 3 grupos (sedentários, exercícios físicos e lazer) e todos passaram por dois escores: o Inventário de Beck (depressão) e Idade Traço e Estado (ansiedade).

O grupo dos exercícios físicos praticaram atividades durante 4 meses. Após isso todos os grupos foram reavaliados através dos escores. O resultado foi que os idosos que praticaram atividades físicas apresentaram índices satisfatórios tanto para depressão quanto para ansiedade, melhorando os números apresentados inicialmente.

Dopamina e depressão:

A depressão também é uma doença psiquiátrica e bastante comum. A pessoa perde a “alegria de viver” e tende a se isolar do mundo. Tanto a dopamina quanto a serotonina estão associados ao estado de sentimento do ser humano. Se um ou outro começa a falhar, certamente o humor será perturbado, passando por momentos de oscilações.

É preciso ir ao psiquiatra para saber qual o seu diagnóstico e se a sua depressão é causada pela deficiência de serotonina ou de dopamina. Além da medicação, praticar exercícios físicos, sair da sua zona de conforto, começar novas atividades são coisas que você pode fazer para se ajudar com essa difícil doença.


Dopamina e a libido masculina e feminina:

Para ter uma ereção, primeiramente, o homem precisa ter o desejo sexual, assim como a mulher. Este, por sua vez, está diretamente ligado à liberação de dopamina no cérebro. Tudo está relacionado com o mecanismo de recompensa que o nosso cérebro tem e é bastante poderoso.

Esse sistema é também o responsável por nossos comportamentos e portanto, consegue afetar diretamente na resposta da libido masculina e feminina. Existem alguns medicamentos que podem ajudar no tratamento mas só pode ser adquirido através de prescrição médica.


Concluindo…
A dopamina é, sem sombra de dúvidas, um neurotransmissor extremamente necessário nas nossas vidas. Ela consegue alterar todo o nosso comportamento em qualquer lugar. Se você sente alguns sintomas que estão relacionados com a deficiência dessa substância, o melhor que você tem a fazer é procurar um psiquiatra e marcar uma consulta. Deixe o preconceito de lado. Pesquise por conta própria e desfaça esse bicho de sete cabeças porque ter doença psiquiátrica não é vergonha. O importante é viver bem, feliz e com saúde para empreender mais e melhor, independente dos resultados financeiros.

Bibliografia:
CHEIK, Nadia Carla; REIS, Ismair Teodoro; HEREDIA, Rímmel Amador Guzman; VENTURA, Maria de Lourdes; TUFIK, Sérgio; ANTUNES, Hanna Karen M. e DE MELLO, Marco Túlio.


Se você gostou desse artigo, deixe seu e-mail aqui em nosso Blog  Gestão 360, e me segue no facebook.com/corporategestao360, se você quer obter mais informações de alta qualidade e inspirações para empreender e conhecer sobre gestão empresarial. E se assim, você fizer, peço encarecidamente que curta, comente e compartilhe todos os posts para juntos levarmos boas práticas de gestão empresarial para o máximo de empreendedores e empresários do nosso pais, que percebo total carência nesse sentido para sairmos dessa Crise e por conseguinte alavancarmos nossas organizações, empresas e nosso Estado.

Na próxima quinta-feira, iremos postar aqui o segundo artigo sobre os 4 Segredos da Felicidade (Parte 2/4). Aguarde e confira.

Abraços,

Robson Campos .’. Gestão 360

facebook.com/robsoncampos360

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s