Cuidados na hora de Contratar Pessoas

Diante das perspectivas atuais, nas quais as organizações precisam se destacar para se tornarem competitivas no mercado, faz-se necessário investir no colaborador. Partindo do princípio que esta é a alavanca principal que faz mover o empreendimento, não se deve vê-lo como mero coadjuvante, e sim como personagem competidor, principal e indispensável no espetáculo em que o objetivo principal é mostrar aos concorrentes que são capazes não só de representar, mas criar, inovar e fazer a diferença.

E esse é o nosso assunto de hoje. Vamos falar de Gestão de Pessoas?

images

O gestor de pessoas competente detecta o problema no seu início e é capaz de resolvê-lo antes que se agrave e venha a prejudicar a organização; para isso o administrador precisa estar bem informado sobre as principais questões de recursos humanos e dos desafios organizacionais. É chamado de gestor proativo, ou seja, capaz de tomar as providências necessárias para que este não fuja ao controle da organização.

Existem fatores dentro do desenvolvimento de pessoas e de organização que precisam ser considerados, ressaltando que, se colaboradores e organização não desenvolvem esses aspectos ou pela menos boa parte desses, torna-se inviável qualquer possibilidade de desenvolvimento.

O papel da gestão de pessoas, além de manter organização e colaborador à frente dos acontecimentos e mudanças, é saber identificar as necessidades de ambos, encontrando soluções que venham a satisfazer a todos. Enfim, pode-se afirmar que um profissional motivado e bem recompensado presta um melhor atendimento, é instigado a alcançar cada vez mais os melhores resultados, o que faz desenvolver a organização como um todo.

Entendemos que devemos manter um processo contínuo de R&S (Recrutamento e Seleção), T&D (Treinamento e Desenvolvimento) e de coaching para liderança.

Darei algumas dicas aqui, de cuidados que sua empresa deve ter para escolher pessoas para contratar. Mas antes você deve desenvolver e entender de suas habilidades como líder!

LIDERANÇA

Antes de mais nada precisamos entender que o Líder não lidera, se não souber para onde está indo. A partir daí, é que o caminho precisa ser traçado e como se deve percorrer tal caminho para chegar no lugar que deseja, seja ele qual for.

Quem não sabe para onde ir, qualquer caminho serve.

A base da liderança não é o poder e sim a autoridade, conquistada com muita dedicação, carinho, diálogo e amor. Para liderar, você tem que servir a todos seus liderados, respeitando as suas diferentes necessidades.

Estar no poder é como ser uma dama. Se tiver que lembrar às pessoas que você é, você não é. Portanto, devemos tomar muito cuidado ao tratar com nossos liderados, que são e sempre serão a alma do nosso negócio. Sem eles não temos condições de realizar um bom atendimento aos nossos clientes promovendo a tão perseguida por todos, satisfação.

Ouvir é uma das habilidades mais importantes que um líder pode escolher para desenvolver. Temos que exercitar todos os dias com todas as pessoas que estão à nossa volta, procurando estabelecer diálogos de maneira que tenhamos a capacidade de deixar os nossos interlocutores iniciarem seu pensamento e concluírem sem serem interrompidos por nós.

Gerência não é algo que você faça para as outras pessoas. Você gerencia seu inventário, seu talão de cheques e seus recursos. Você pode até gerenciar a si mesmo, mas você não gerencia seres humanos. Precisamos saber gerenciar processos e liderar pessoas.

É muito importante entender e compreender a diferença entre poder e a autoridade. Você tem autoridade sobre as pessoas que lidera?

Liderar é conseguir que a coisas sejam feitas através das pessoas. Ao trabalhar, com pessoas e conseguir que as coisas se façam através delas, através das tarefas e dos relacionamentos.

É muito comum, ver um líder perder o equilíbrio, se concentrando apenas nas tarefas sobrepondo o relacionamento. Se nos concentrarmos em tarefas e não em relacionamentos, podemos ter transferências, rebeliões, má qualidade de trabalho, baixo compromisso, baixa confiança e outros sintomas indesejáveis.

Assim sendo, os verdadeiros líderes devem desenvolver essa capacidade de construir relacionamentos saudáveis, consistentes e duradouros.

Se nossos clientes nos deixam e vão para as concorrentes, temos um problema de relacionamento. Não estamos identificando nem satisfazendo suas legítimas necessidades. Lembrando que, devemos superar as expectativas percebidas pelos nossos clientes.

O mesmo princípio se aplica aos colaboradores, sendo que as expectativas precisam ser devidamente dosadas, no momento da contratação e acompanhada ao longo do desenvolvimento profissional de cada colaborador, dentro de um bom e bem definido plano de cargo e salário.

Se não estamos satisfazendo as necessidades dos donos ou acionistas, a organização também estará em dificuldade séria. Os acionistas têm uma necessidade legítima de obter o retorno justo do seu investimento e o mais rápido possível.

As pesquisas feitas durante décadas sobre o que as pessoas mais esperam de suas organizações mostram sempre o dinheiro no quarto ou quinto lugar da lista. O tratamento digno e respeito, a capacidade de contribuir para o sucesso da organização e o sentimento de participação sempre apareceram acima do dinheiro.

Logo o dinheiro não é garantia de motivação. Um bom exemplo disso, são os trabalhadores voluntários que se propõe a prestar um determinado serviço sem nenhum tipo de remuneração, e ainda sim, são extremamente comprometidos.

Qual é então o ingrediente mais importante num relacionamento bem sucedido?

A resposta é confiança. A confiança é a cola que gruda os relacionamentos. E a confiança, vem do fato de uma pessoa ser confiável através da total transparência e clareza em suas ações.

Um dado importante é que 80% das empresas americanas têm menos de 20 colaboradores e na maioria dos casos com uma relação trabalhista colaborativa, sem vínculo direto. O que indica que o caminho é a formação de pequenos grupos de profissionais direcionadas para um mesmo objetivo, conduzidos por um líder inovador e com extrema credibilidade e confiante.

Penso que um bom líder precisa obter a confiança de seus liderados, através de uma atitude colaborativa e servidora, contribuindo para o desenvolvimento pessoal e profissional de seus liderados, dando apoio, orientação, educando e suportando às necessidades destes que te seguem.

Walt Disney falhou em seu primeiro negócio. Thomas Edison errou inúmeras vezes até inventar a lâmpada. Albert Einstein, foi considerado louco por todos.

Por que não podemos ser considerados por nossos amigos e familiares de lunáticos, sem foco, sonhadores, idealizadores? No momento certo e esse momento pode demorar bastante tempo, iremos dar a resposta certa para todos, com nossos sonhos realizados inclusive os deles.

Não deixe que “ladrões de sonhos”, tire sua motivação de seguir em frente. Mas, também não perca tempo em querer convencer ninguém que você está certo, mesmo que você esteja errado.

Escolha alguns grandes personagens que lhe causa admiração e se espelhe neles.

Entendendo bem este processo de liderança, que podemos gravar depois um vídeo mais profundo sobre este assunto, podemos partir para alguns cuidados básicos para que você consiga escolher bem o profissional que lhe ajudar em sua jornada.

O processo de contratação de um colaborador para a sua empresa é crucial. Ele tem uma função estratégica, pois os profissionais da sua equipe impactam diretamente o sucesso dela.

Gaste um tempo importante com esta tarefa!

Lembrando… as coisas são gerenciadas e as pessoas são lideradas e para que tenhamos condições de liderar pessoas diferentes de forma diferente precisamos conhecer alguns conceitos básicos, que devemos ter em nossa mente, para que seja de parâmetro para gerir melhor com as pessoas.

Assim, devemos logo entender de cara que não conseguimos gerir as pessoas e sim gerir com as pessoas.

  • Processo de seleção:

Um dos maiores erros na gestão de uma organização, seja ela empresarial ou não, está na seleção do pessoal. Uma vez que contratou errado, fica muito difícil fazer com que a pessoa contratada venha a se adequar na função em que ele se encontra e aí, começam os problemas, de insatisfação, falta de comprometimento, desentendimento com os colegas de trabalho e por consequência disso, a empresa paga caro, com cursos, realocação de pessoal tentando fazer com que a empresa seja adequada a realidade e “supostas necessidades” das pessoas.

Como disse antes, invista muito tempo no processo de seleção, buscando indicações, recomendações, referências, conversando muito com as pessoas que você pretender colocar em sua equipe.

  • Seja claro sobre a missão, visão e valor de sua empresa!

Muitas vezes estamos com muita pressa para contratar e podemos cair no erro, sim de fazer isto e o resultado pode ser desastroso!

É importante que ele entenda bem qual é a cultura da sua organização e buscar entender quais são os valores deste candidato. Se estão alinhados com o seu. Quais são seus padrões éticos, procure saber se ele foi leal as outras empresas por onde passou, quais são seus valores.

“As pessoas são contratadas pelas suas habilidades técnicas, mas são demitidas pelos seus comportamentos.” Petter Druker

É ou não de extrema importância o comportamento na hora de uma contratação?

  • Não se desmotive se não achar o candidato certo!

Não desista de achar a pessoal ideal para compor em seu time!

Terá candidatos que podem até durante a entrevista não se identificar coma cultura de sua empresa, ou ache que ela não atende as suas necessidades. Mesmo assim não se adeque as pessoas para isso pode acontecer, mesmo que você tenha certeza que ele é o candidato ideal.

Se preciso, reveja seu anúncio, reveja os canais de divulgação, reveja indicações.

Se você já possui uma equipe interna, utilize o processo de seleção interno.

Quem sabe o candidato ideal já está dentro de sua organização e você ainda não o percebeu?

Escolha alguém com ATITUDE! Conhecimentos e habilidades você pode ajudar a desenvolver!

WhatsApp Image 2018-03-08 at 15.51.15.jpeg

Ah! Adquira o SIM Gestão 360, que vamos tratar mais sobre este assunto nas nossas palestras. Não perca!!

Se você gostou desse conteúdo, curta, comente e compartilhe para seus amigos, parceiros, colaboradores e clientes.

Vamos levar o métodos Gestão 360 para todo o Brasil, elevando assim o nível de empreendedorismo é gestão empresarial para o máximo de empreendedores e empresários do nosso país.

E Inscreva-se no SIM http://www.gestao360.com.br

Facebook.com/simgestao360

E também no Programa Gestão 360 EAD; http://www.gestao360ead.com.br

Facebook.com/gestao360ead

Abraços,

Robson Campos .’. Gestão 360

Palestrante l Consultor l Professor

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s