SIM #02 – Quando tudo começou?

 

 

Quando tudo começou…

 

Olá! Robson Campos é meu nome! Tudo bem?

Em 1998, fundei a Corporate Gestão 360° e sou o criador do método Gestão 360°.

Meus pais sempre foram pessoas simples, de classe média e muito dedicados. Me deram casa, comida, roupa limpa e educação básica. Sempre estudei em colégio público e me lembro que os meus três irmãos mais velhos tiveram melhores oportunidades em educação, estudando em boas escolas particulares.

Com 7 anos, me lembro de ver a propaganda da Caloi, onde ensinavam crianças e adolescentes a escreverem bilhetinhos “Eu quero minha Caloi” e espalharem pela casa para seus pais verem. Então passei a colocar em lugares como debaixo da xícara de café, pasta de trabalho e bolso da camisa do meu pai, bolsa da minha mãe, dentro da geladeira, nos sapatos dos meus pais e também assim eu fiz com meus padrinhos, tios e primos mais velhos.

O resultado incansável dessa campanha, obstinado em ter a minha primeira bicicleta, foi um bullying familiar coletivo pois, além de não me darem a bicicleta no dia das crianças (a propaganda foi uma campanha para essa data), meus dois irmãos gêmeos, 10 anos mais velhos que eu, portanto não mais crianças, ganharam uma bicicleta top, um para utilizar como entregador de jornais e o outro para seu lazer.

Foi um acontecimento de grande decepção pois, além de vir de toda minha família, ainda era excluído dos grupos de colegas de escola e vizinhos, pois todos possuíam uma bicicleta e eu não. Você consegue imaginar uma criança excluída do seu ambiente familiar e social?

Após isso, foi despertado o meu lado empreendedor e, aos 7 anos, eu tive certeza que caso eu quisesse um brinquedo eu teria que trabalhar e conseguir dinheiro para poder comprá-lo.

Logo depois, vi uma propaganda do Banco do Brasil que falava sobre caderneta de poupança. Pedi então ao meu padrinho (saudoso Arantes), que me levasse ao banco para que eu pudesse abrir a minha conta poupança. A partir daí os poucos presentes que eu recebia eu preferia receber em dinheiro e, quando era um brinquedo ou roupas novas, eu “rifava” para fazer dinheiro e colocar na poupança.

Comecei a querer vender tudo que via pela frente (das poucas coisas que tinha), fazia desenhos para que meus colegas dessem às meninas que eles gostavam, alegando que foram eles que desenharam, escrevia poemas com mesmo objetivo e, assim, eu fui obtendo atenção de todos em minha escola.

Certo dia, montaram um circo próximo à minha casa no bairro de Freguesia-RJ e eu fiquei encantado com todos os animais que ali possuíam. Pedi ao responsável pelo circo para que me deixasse trabalhar cuidando deles, alegando que meu sonho era ser veterinário. Passei a vender os ingressos do circo na minha escola e, com a autorização dos meus pais, assim o fiz nessa e em outras vezes que montaram circos e parques de diversão naquele local.

Toda a minha infância eu passei nessa linha de empreendedor: de juntar dinheiro trabalhando em circos e em parques.

Aos poucos, fui percebendo o poder do dinheiro e que, trabalhando, eu poderia fazer coisas sem precisar depender dos meus pais e de mais ninguém.

Foi então que, com 11 anos, comecei a trabalhar com manutenção de equipamentos MMX, o que talvez você nem saiba o que é! MMX era o computador pessoal da época, que mais parecia um aparelho de videocassete que ligava na TV em preto e branco, era muito legal!

Eu era fascinado por uma oficina eletrônica que ficava na rua a caminho de casa para a escola e, por vários meses, eu entrava no estabelecimento para ver aquilo de perto. Era como se eu estivesse numa loja de brinquedos eletrônicos. O dono da loja, Seu Manoel, me expulsava dizendo: “Sai daqui moleque, isso não é brinquedo não!”.

Um dia, porém, ele me convidou para acompanhar seu trabalho, e acabei ficando uma tarde inteira ali, encantado, observando-o consertar os equipamentos. Daí que eu lhe propus levar clientes para sua loja, pois assim acabaria aprendendo a consertar os eletrônicos e, de quebra, ganharia um dinheiro de comissão.

Mas essa já é outra história, que inclusive já contei em outra oportunidade e farei um vídeo sobre ela com mais riqueza de detalhes.

Espero que tenha gostado desse pequeno resumo do meu início empreendedor, e que sirva de inspiração para estimular seus filhos no empreendedorismo, assim como tenho feito com a minha pequena Giulia que está hoje com 8 anos e tem paixão por dançar. Ela estuda ballet desde os 3 anos e tivemos que pôr ela nesta atividade por um probleminha que ela teve nos pés. Porém, acabou gostando muito e segue até hoje.

Recentemente, ela participou de um festival de dança, que gravei e publiquei no canal que criei a pedido dela…

Veja lá: https://www.youtube.com/watch?v=UehyjZx66xE.

Acesse nosso blog e veja também um artigo que escrevi sobre como a mudança é necessária.

Veja https://corporategestao360.com.br/2018/07/03/mudanca-e-necessario-2/

Eu acredito que o SIM GESTÃO 360 vai ajudar você que é empreendedor, a mudar sua forma de pensar, ver e agir no seu negócio. Eliminaremos suas dores com os remédios (vídeos com dicas superpoderosas), apresentados por palestrantes que são profissionais de altíssimo nível.

Nossa missão é ajudar VOCÊ a realizar seus sonhos.

Vamos levar o método Gestão 360 para todo o Brasil, elevando assim o nível de empreendedorismo e gestão para o máximo de empreendedores e empresários do nosso país. Assista ao vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=xOUEh8o7n2Q

Inscreva-se agora no SIM GESTÃO 360: www.simgestao360.com.br

 

Abraços,

Robson Campos .’. Gestão 360

Palestrante l Consultor l Professor

robson.campos@corporategestao360.com.br

http://facebook.com/gestao360ead

 

Me siga e compartilhe bastante!

#SIMGestao360
#Gestao360EAD
#Empreendedorismo
#Startup
#Inovacao
#GestaoEmpresarial
#Gestao360
#VamoqueVamo
#SairdaCrise
#PlanejamentoEstrategico
#Marketing&Comunicação
#GestaodeVendas&CRM
#SistemasdeInformacao
#GestaodePessoas&Liderança
#Processo&Qualidade
#Financas&Investimentos
#AcelereseuNegocio
#RumoaoTop

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s