O corpo fala, basta você interpretar e ser feliz! Parte #1

 

Se ao invés de falar, de oferecer e julgar, apenas pararmos um instante e prestar atenção no que o corpo em silêncio grita, seríamos muito mais felizes, venderíamos mais, conquistaríamos mais e também amaríamos muito mais, e porque não dizer assim… Guerras não começariam, contratos não se romperiam, amizades não se quebrariam e amores não se esfriariam, pelo simples fato de entendermos o que o corpo do outro quer dizer em conversas não verbais.

A comunicação é composta de mensagens verbais, vocais e corporais. É notório para todos que o ser humano precisa se comunicar. O grande problema é que sabemos, ou pelo menos achamos que sabemos, nos comunicar de forma verbal e vocal.

Somos capazes de falar com uma pessoa por um aplicativo a noite inteira inclusive começar um namoro, porém, tudo acaba ou então nem começa quando nos encontramos pessoalmente: Passamos uma semana inteira nos correspondendo por e-mail com aquele cliente exigente e na hora de fecharmos a venda ou o contrato, em uma atitude ou uma discordância, colocamos tudo a perder. Em ambos os casos o corpo falou algo e nós não soubemos entender, na verdade nem conseguimos sequer, ver o que o corpo quis dizer, imaginem interpretar?

Tomemos como exemplo o primeiro caso, pois a vida profissional é muito parecida com a vida pessoal. Aliás, lembre-se sempre que por mais que sejam atitudes profissionais e comerciais, nos vendemos para pessoas. Por mais que tudo esteja mecanizado, digitalizado, conectado e globalizado. O ser humano ainda é analógico, movido de sentimentos e sensações, então nós não vendemos para máquinas e sim para pessoas.

Quando você marca um encontro já é um ótimo sinal, pois aquela pessoa abriu a oportunidade de você apresentar todo seu MIX de produtos, qualidade e atendimento, mas não basta só isso, aliás o que tem de morenos altos, bonitos e sensuais por aí com seus mix’s de produtos, não está no gibi. Porém, quando começam a mostrar o seu atendimento e serviços, percebe-se que é propaganda enganosa, precisam melhorar muito. Agora, é claro que uma embalagem tem o seu valor e a primeira impressão é a que fica.

Então o primeiro encontro diz muito, na ânsia de conquistarmos a pessoa, esquecemo-nos de Olharmos, o que aquela pessoa quis dizer sem falar nada: No seu cabelo, maquiagem, roupa, na sua face, no seu olhar.

Aqui vai uma dica: As pupilas dizem muito, quando elas se dilatam significa que é um sinal de surpresa, que pode ser para o lado bom ou ruim, então como saber? Se essa dilatação vem com um leve sorriso, é um bom sinal. Porém se vem com um leve baixar de cabeça, uma olhada para o relógio e uma frase tipo, “Nossa estou com uma dor de cabeça imensa” ou “passei mal o dia inteiro” não é muito boa a sua situação.

Você já se perguntou o porquê de a maioria das mulheres se perfumar atrás da orelha e ou na nuca e os homens no peito? Será que é porque as mulheres dão mais valor ao abraço que ao beijar? Será que ela percebeu que ao beijar na lateral da face, o homem fica muito mais perto e virado com o seu nariz no sentido das orelhas e pescoço do que da própria boca dela? E o homem? É claro que já pensa que no final da noite ele estará deitado com ela em seu peito e envolta em seus braços. Não é diferente no mundo dos negócios.

man-2635036

Se você conseguiu marcar uma reunião, entrevista ou encontro também é um bom negócio, significa que pelo menos há o interesse, pois aquela pessoa abriu a oportunidade de você apresentar todo seu MIX de produto, qualidades e atendimento, mas também não basta só isso, é necessário que você esteja atento aos sinais emitidos, por exemplo: O aperto de mão diz muito como a pessoa está te recebendo, ao te encontrar se a pessoa já olha para o relógio ela está te sinalizando que não tem, ou naquele momento não está disposta a gastar muito tempo, então não fale de você. Tente ouvir mais ou pelo menos perceber outros sinais. Se você começou a falar das necessidades dele e ele se inclinou para frente é um bom sinal, significa que despertou o interesse. Mas se inclinou para trás e se ajeitou na cadeira, esfriou a conversa ou ele não tem o menor interesse no que você esta falando. Isso acontece quando ele ler uma mensagem, escrever, ou até mesmo desenhar em uma folha em branco. Isso refletirá claramente no fechamento do negócio, quando você for finalizar a venda ou serviço, você perceberá a indecisão, a hesitação e até mesmo uma desculpa mal elaborada e às vezes ridícula para o NÃO fechamento do negócio com você.

Ah! No mundo pessoal vai outra dica: Quando você convidar uma pessoa para jantar, assistir um filme ou conversar em sua casa e ela aceitar, é um ótimo sinal; porém, se estando já tarde você convidá-la para passar a noite e dormir em sua casa, e ela disser que não, porque o colchão não é de mola ou ortopédico, creia que você realmente não despertou nenhum interesse, e essa é uma desculpa pouco pensada.

Muitos parceiros e ou clientes revelam o que estão pensando apenas com suas expressões, gestos ou modo de olhar para um produto ou até mesmo pelo tom da voz. Se você prestar atenção às reações do outro pode descobrir a forma de interagir com ele.

Gosto de dar exemplos do cotidiano porque é assim que funciona no mundo corporativo e assim também funciona no mundo pessoal, lembre-se: você vende para pessoas. Qualquer semelhança nos casos acima. São meras coincidências ilustrativas;

Então, boas vendas!

 

Autor: Mauricio Constantino
Gestor de Marketing & Comunicação

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s