Será que estamos vivendo uma bolha do “Empreendedor pela DOR”?

Será que estamos vivendo uma bolha do “Empreendedor pela DOR”?

Tem muita gente abrindo negócio, ou criando projetos ou ainda pensando em “idéias inovadoras”.

Na prática costumo ser procurado por muitos empreendedores ainda querendo “inventar a roda”, ou seja, querendo criar algo que já existe e que o mercado está saturado ou ainda que não tem público para tal serviço ou produto.
É muito comum em minhas palestras ou cursos encontrar pessoas que estão motivadas a realizarem grandes feitos mas se esquecendo que sem recursos, precisam pensar grande mas agir pequeno.
E ainda tem aqueles que pensam em um ótimo negócio, mas acham que para empreender precisam de dinheiro e um sócio para financiar seus projetos.

Acho tudo isso ótimo, mas recomendo que todos modelam suas idéias, projetos e negócios usando a ferramenta de gestão CANVAS, a Business Model Canvas.

Só na atitude você vai entrar nas estatísticas do IBGE que tivemos no Brasil 341 mil empresas quebrando nos últimos 3 anos. Isso não está nem considerando os Empreendedores que quebraram seus projetos sem ao menos terem aberto a suas empresas e por consequência quebraram suas vidas pessoais, familiares e emocionais.

Na semana passada eu conversei, iniciando um processo de Mentoria em Gestão 360°, com 2 empreendedores que me afirmaram que estão pensando em suicídio, na mesma hora sugeri que procurassem um Psicólogo, como primeiro passo do Plano de Ação da 1° sessão que tivemos e afirmei que na próxima sessão que tivéssemos eu já os queria vê-los me mostrando o cartão de visita de um Psicólogo.

Um deles é do RJ e a sessão é presencial o outro é de Minas Gerais e a sessão é online.
Bem, o que quero mostrar aqui é a coincidência dos dois casos serem muito parecidos, pois, os dois já estavam quebrados sem ao menos nem registrarem suas empresas formalmente, adquirindo seus CNPJs.

Porque isso aconteceu?
Os dois venderam seus carros e usaram suas reservas de suas rescisões do último emprego e depois de tentarem muito se recolocar no em um novo emprego formal, partiram para o “Empreendedor pela DOR”.
Este é o caminho que muito seguem por falta de outra opção.

Na falta de um novo emprego partiram para realizarem suas idéias, que eles chamavam de projeto até me conhecer. Mostrei pra eles que não existe um projeto sem uma Modelagem de Negócio CANVAS.

Eles pensaram em construir um prédio e o que fizeram foi um puxadinho, que sem uma boa base estrutural o puxadinho desmoronou e os dois perderam tudo que tinham e que não tinham ficando altamente individados, suas respectivas esposas os deixaram, levaram seus filhos e com isso suas respectivas dignidades.

O que fazer nesse tipo de situação,
Bem esse é assunto para um vídeo que ainda vou roteirizar, gravar, editar, produzir e lançar em nosso canal YouTube Gestão 360.
Inscreva-se AGORA, que em breve você será notificado em primeira mão com o título que será “Como Sair das Dívidas”.

Grande abraço e
Vamo que Vamo!
Robson Campos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s